sábado, 18 de novembro de 2017

Muitos de mim


Tem muitos de mim vagando por aí...
Alguns residem nos olhos das mulheres que já amei...
Outros são a esperança e o desamor que já senti...
E muitos de mim vivem aqui dentro onde nem eu sei...

Essa mente complexa, intrincada, cheia de escuridão...
Isso sou eu, mais quantos de mim sou eu?
Que penso ser eu que penso ser tanta coisa, na imaginação?
Talvez não sejam tantos de mim afinal, engano meu?

Existem aqueles de mim que voam no espaço infinito...
Estão a descobrir outros mundos, indo onde ninguém nunca foi...
Muitos de mim que também se perguntam se isso faz sentido...
E tem tantos outros que vão comentar essa referência depois...

Tem aqueles de mim que vivem presos dentro do coração...
Como vampiros que se alimentam apenas no amor e paixão...
Existe um exército de mim a combater esses com a razão...
É uma guerra santa, passam-se 1000 mil dias sem definição...

Mente intrincada que também é luz, liderança e boa vontade...
Que talvez por vaidade pense que tem alguma missão especial...
E essa multidão em mim está sempre a buscar a mensagem...
Na disputa que vive em mim, em hordas do bem e do mal...

Gênio? Que isso! Nós queríamos apenas dar na realidade um soco...
Desisto! Talvez isso tudo não passe de loucura, devaneio...
Loucura de um menino que leu demais ou leu muito pouco...
E continuo firme meu caminho sem início, fim, meio...

Leonardo Hartmann


segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Naquele lugar onde me encontro (girassol)


Foi difícil te tocar e sentir da primeira vez...
Mais duro ainda foi entender o que diziam teus olhos...
E quando eu achei que não dava mais você se desfez...
E então entre lágrimas, juntos tocamos nossos corpos...

Eu que estou sempre voando, ao teu lado tenho chão...
Seja da cama que levanto cedo e agora fico até tarde...
Ou então dos planos que fazemos juntos de coração...
Agora eu vou estar na sua vida, proteger, fazer parte...

Quando acordamos juntos eu fico ali te olhando, desejando...
Cada pequena parte e outras não tão pequenas, que delícia...
Subo e desço a língua na tua pele, mordendo, deslizando...
Deixo meu cheiro e gosto dentro de você, agora tu é minha...

Você é aquele lugar onde eu me encontro, minha alegria...
Em ti tenho sossego e uma necessidade enorme de ser mais...
Desenho nossa vida nos traços da tua tatuagem, fantasia...
Prometo que ninguém haverá de ser melhor pra você, jamais!


Estou tão em paz com as escolhas que faço agora. E mesmo que esse novo mundo às vezes seja assustador, eu tenho vivido de forma digna um dia após o outro aprendendo tudo que posso pra ser cada dia melhor com você.

https://www.youtube.com/watch?v=iPsZN2RLD_s

Um grande abraço a todos, e um beijo no coração DELA,

Leo











sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Grito no vazio da selva de pedras


Mais um dia que se passa, e eu vou para casa outra vez...
O resultado acontece, as coisas que tenho se merecem...
Ando no meu carrão desviando do trânsito sem lucidez...
Levando algumas coisas na memória que não se esquecem...

São tantos e tão complexos os problemas que me passam...
E tantas pessoas ao meio disso que precisam da minha atenção...
Mas eu escondo o que sinto, se quiserem pensar de mim que façam...
Me julguem, me castiguem, digam por aí que não tenho coração...

Talvez eles pensem que sou arrogante, que sou prepotente...
Ou então que não ligo para sentimentos dos mais inocentes...
Mas é justamente o contrário, eu me importo até por demais...
E vivo internamente sempre em guerra, nunca me sinto em paz...

Eu prestei um juramento, disse que venceria a qualquer custo...
Ganhei e perdi tudo, me levantei milhões de vezes sem medo...
E hoje depois de tudo, nada mais me incomoda ou dá susto...
Eu conserto o mundo sem mostrar a ninguém que levantei um dedo...

Tudo que sou é um grito abafado no meio do barulho da cidade...
Não quero pena por mim, guarde a você sua compaixão e piedade...
Apenas quero que lembre deste pequeno infiel que é o mais fiel...
E que Deus queira, na hora certa ele me reserve um lugar no céu...


Sei que nessa existência eu sou apenas um penitente. Sou alguém colocado neste mundo com missões que vão muito além da minha felicidade pessoal, e tento fazer isso da melhor forma possível, apesar da infinidade dos defeitos que tenho dentro de mim. Não sou santo, nem sou bandido, sou um pequeno ser atormentado por inúmeras facetas e complexidades que carrego no meu coração.



segunda-feira, 6 de junho de 2016

Quem será o novo Lula?


Lula faleceu politicamente. Graças a operação lava-jato, o partido dos trabalhadores sofreu o maior baque da sua história, muito pior que o impacto causado pelo mensalão. Marqueteiros, articuladores, tesoureiros de campanha, enfim, não sobrou nenhum para contar história de lá.

Temos de lembrar ainda da nossa atrapalhada presidenta (ou ex-presidenta) dona Dilma, engolida muito menos pelos escândalos de corrupção e muito mais por sua total incapacidade política. Dilma sempre foi apenas e tão somente uma mera sombra do seu mentor Lula, e junto com ele vão experimentar um pouco do sentimento de ódio do povo em geral, que em nada tem a ver com o amor e dedicação que os "alunxs" de humanas das universidades, seus professores e alguns artistas ainda insistem em propagar passeatas Brasil afora. Eles são minorias, barulhentas bem verdade, mas não passam de sombras também.

Isso posto, agora precisamos pensar no seguinte: Como é que Lula foi se eleger? Mais do que isso, como ele criou essa verdadeira dinastia petista? E ainda, teríamos nós brasileiros anticorpos para lidar com um eventual "novo Lula"? Creio que Lula foi eleito por um sentimento de exclusão de uma parte considerável da sociedade, bem sabemos que o Brasil é um país com graves problemas sociais e ainda extremamente pobre, e aos poucos, inserindo uma cultura do "nós contra eles", "ricos contra pobres", "gente branca e gente negra" e por aí vai, o PT foi conseguindo manter sua imagem de sensível às necessidades da população, especialmente aquela mais carente. No plano político, era bem mais simples, bastava aliar-se às velhas raposas da política brasileira (veja a imagem que legal) e tudo estaria certo, e onde não estivesse nada de diálogo político, dinheiro e cargos bastariam para contentar e fidelizar à todos, especialmente um tal de PMDB (o partido que sempre está no governo). Mas a pergunta que eu quero realmente tentar responder é: Quem seria o Lula 2.0? Vamos aos nossos candidatos...

JAIR BOLSONARO

O mito, como é conhecido, tem se posicionado e arrebatado para si todos os votos de uma classe da população que é mais conservadora no modo de pensar e anda cansada da desordem causada pelo joguinho de divisão de classes promovido nesses 13 anos de PT. Militarista, nacionalista, polêmico em suas declarações, o mesmo tem demonstrado que pode conseguir pra si fortíssima mobilização popular, inclusive dos jovens. Alguns saudosistas da "sensação de segurança" provida pelo regime militar, também nele encontram voz para suas angústias. Acredito que Bolsonaro não terá êxito pelos seus próprios defeitos, sua própria incapacidade de bem expressar-se, e político que não escolhe bem as palavras, em lugar nenhum do mundo dará certo. Por mais que eu em parte devesse concordar com ele em certos aspectos, não encontro nele candidato à presidente para mim, e receio que um eventual governo bolsonaro possa levar até a um novo regime militar ou algo do tipo, dado que o mesmo não teria apoio político suficiente para governar...ele é um candidato interessante e tem muito potencial, usa a imagem de militar incorruptível como principal virtude.

CIRO GOMES

Ciro quando ouvi seus primeiros discursos me fazia pensar que ainda existia uma esperança, especialmente em seus tempos de PPS. Entretanto, Ciro se tornou uma espécie de "Lula com outra coisa", sendo o mesmo hoje mero apêndice dos partidos de esquerda populistas do Brasil. Vale lembrar no entanto, que diferentemente de Lula e Dilma, Ciro é um homem bem mais articulado, e se ficasse na sombra por um tempo poderia dar voz a essa esquerda que está órfã de pais e mãe por conta da queda de Dilma e o falecimento político do Lula. O que impede Ciro Gomes na verdade é seu temperamento forte, e eventual descontrole. Por mais que ele seja presidenciável considero o risco de Ciro vencer muito baixo, a menos que o mesmo mudasse completamente de comportamento.

MARINA SILVA

Essa sim, uma perfeita candidata a ser o "novo Lula". Sofrida, de um lugar remoto do país, de esquerda, apoiadora do meio ambiente e ainda por cima evangélica, ela é o guarda-chuva perfeito para uma série de massas do Brasil do século XXI. Marina teve ascensão e queda meteórica em 2014 e em dado momento chegou-se a pensar que a mesma venceria o pleito estranho que elegeu dona Dilma. Marina também consegue mobilização do povo, e seria muito bem recebida pelas minorias que ainda estão apoiando o PT, dado que o mesmo no momento está fora de combate. Marina tem como maior desafio encontrar um meio termo entre o seu esquerdismo e a religião, que em diversos aspectos são visceralmente opostos e essas contradições já lhe causaram muita dor de cabeça em 2014. Marina bem assessorada é uma candidata perigosa, e pode sim ir muito longe nesse jogo ainda. Eu acredito no entanto, que ela jamais deixará de ser dividida e por isso mesmo vai acabar pelo caminho, mas todo cuidado é pouco.

AÉCIO NEVES

Esse nem de longe conseguiria isso. O povo pensa em Aécio como um "bon vivant", um homem que não entende as agruras da população pobre do Brasil. Além de tudo isso, a operação lava-jato o fez sangrar muito politicamente, e eu até acredito que ele não será mais candidato á presidente da república por conta disso. Em 2014, ele quase venceu Dilma, porque o povo de fato estava com o pensamento "ruim contra o pior" dentro de si, porque não encontrava em nenhum candidato voz que lhe representasse. O povo escolheu Dilma, e deu no que deu...Aécio para mim é carta fora do baralho, a menos que provasse cabalmente que não tem nada a ver com a corrupção, o que achamos todos difícil de acreditar.


Enfim, eu poderia até citar outros, como Luciana Genro por exemplo. Mas o que eu quero mesmo grifar disso é, seja quem for nosso próximo presidente, peço ao povo que pare de pensar de forma imediatista e populista. Parem de aceitar presentinhos em troca de voto, parem de acreditar em homens "bonzinhos" que ajudam animaizinhos na rua para bater foto em jornal e votem naqueles em que vocês acreditam terem capacidade de administrar politicamente a nação, os estados e nossos municípios. Precisamos primeiro nos reformar como povo, diminuir o tamanho do estado e sua interferência na vida das pessoas, para daí sim, recomeçar este país de maneira adequada. Para terminar, deixo vocês com uma frase do tempo do parlamento do Brasil império ainda...


Nada mais conservador que um liberal no poder, nada mais liberal que um conservador na oposição...

Talvez ainda continuemos os mesmos...

Abraço,

Leonardo

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Cultura do estupro? Não, falta de cultura...


...
Tu tem direito de sentar,tem o direito de quicar
Tem o direito de sentar,de quicar,de rebolar(2x)
Você também tem o direito de ficar caladinha
...

A letra acima pertence a uma música chamada prisioneira, do famoso grupo Bonde do Tigrão...na "música" o rapaz prende a mulher e diz que ela só tem o direito de "ficar caladinha" e fazer sexo com ele...seria uma apologia ao estupro? Sinceramente não sei, mas o teor dessa porcaria não me agrada em nada.

Em tempo, a primeira vez que ouvi funk na vida foi em 2001 na praia, onde tinha uns meninos me dizendo que era uma grande novidade vinda do Rio de Janeiro...achei aquilo tão ruim, que achei que os caras (do bonde do tigrão por sinal) eram comediantes. Pra minha tristeza não eram...vou tecer aqui alguns comentários sobre o estupro da menina de 16 anos no Rio...

ESTADO DE ESPÍRITO

Sempre digo que a música reflete diretamente o inconsciente coletivo de uma população. A expansão do funk no Brasil para mim tem um vínculo direto com essa dita "cultura do estupro", onde está se apregoando que todos os homens seriam teoricamente doutrinados a aceitar sem problemas o estupro. Não, eu sinceramente discordo diametralmente disso. O que eu vejo, é que somos uma população bestializada, um sociedade que responde apenas e tão somente aos nossos instintos mais básicos, a comida, o sexo, a farra, a putaria...perdemos o senso do ridículo, perdemos muito da nossa reserva moral, e aí onde um estupra, outros 33 se sentem à vontade para praticar o mesmo crime...precisamos reverter essa falta de cultura depressa...em tempo o funk é dançado em toda a parte e não só na periferia...boa educação e comportamento não são conhecimentos livrescos e nem apenas privilégio de gente rica, visto que não custa nada...


IMPUNIDADE


Em um país onde prendemos e soltamos o mesmo bandido repetidas vezes, porque vocês acham que estupradores teriam medo de serem capturados? Não, ninguém tem medo de nada...para piorar, ainda temos uma casta de "intelectuais" que jura que os bandidos são excluídos da sociedade. Sinceramente, eu vi violência dentro da minha casa, muitas vezes vivíamos em situação de grave pobreza, passei frio e dificuldade na vida, mas sempre quis vencer com muitas próprias forças, para dar orgulho para minha mãe, para dar um bom exemplo ao meu irmão...criminoso merece ser punido, independentemente de credo, dor, origem, opção sexual ou classe social e de maneira muito rígida, da maneira mais dura possível...

UMA CONFUSÃO DE PAPÉIS

Em geral, os homens são fisicamente mais altos, mais fortes e mais resistentes às condições externas do que as mulheres. Em outras palavras, Deus criou dois gêneros e criou o gênero masculino para que protegesse a mulher, e é exatamente isso que deveriam ensinar todas as mães aos seus meninos em casa..."garotos, protejam suas mulheres, protejam as mulheres mesmo que vocês gostem de homem", conquanto as meninas deveriam ser ensinadas em casa a se cuidarem, mas também a pedirem ajuda de um homem quando necessário. As mulheres são os seres mais fortes que existem nesse universo, mas até um super-herói necessita de ajuda de vez em quando, não é verdade? Muito se fala em "ideologia de gênero" como algo útil para ajudar nessa questão do estupro, sinceramente, acho que isso só embaralha mais ainda as coisas. Devemos ser ensinados a respeitar um ao outro e ponto final, você nasceu homem e pode gostar do que quiser, assim como se nasceu mulher do mesmo modo. Seria tão mais fácil se todo mundo tivesse educação de casa, não é? Só que educação de casa requer família, e como vão as nossas famílias hoje hein?

DA PRECAUÇÃO

Um homem saca dinheiro em um banco e anda pela rua contando dinheiro por aí. Creio que este homem tenha uma probabilidade bem maior de ser roubado do que aquele que esconde melhor aquilo que tem. Isso significa que ele é culpado caso venha a ser roubado? Não...a culpa é de quem o assaltou, a culpa é da falta de policiamento, a culpa é da falta de possibilidade de o mesmo poder portar uma arma para se defender. Mas caramba, porque facilitar?
Eu particularmente me encanto com o corpo feminino e nada tenho contra pessoas que vestem roupas mais curtas, e não acho que nada justifique um estupro. Mas meninas, não andem em locais afastados, mal iluminados, não confiem em estranhos, se conhecerem alguém pela internet, marquem o encontro em local público, e todas essas dicas também valem para os meninos, tá cheio de gente perversa nesse mundo, e a maldade não escolhe gênero...

FALSAS NOTÍCIAS E CONCLUSÃO

Tem gente tentando descaracterizar o crime de estupro da menina, ainda que ao que se parece, as provas sejam irrefutáveis. Colocam fotos da moça de armas em punho, como usuária de drogas e com amizades suspeitas. Sinceramente, acho melhor deixar que a polícia faça as averiguações do caso e prenda os responsáveis. Vivemos numa era de gente bestializada, onde plantar uma notícia falsa é muito fácil. Temos tantos blogs, temos tanta gente empenhada em defender causas e seu ponto de vista à qualquer preço, que estamos nos tornando pessoas com nenhuma capacidade de diálogo, sem capacidade de refletir e cada vez mais preconceituosas dos valores e opiniões dos outros. "Coxinha disso", "petralha daquilo", eles gritam. Eu sou um jovem de direita, conservador em certos aspectos e liberal em outros, mas sempre conversei com gente de todas as vertentes sem problemas...só assim iremos sair desse atoleiro e poderemos proteger melhor meninas de 16 anos que são estupradas por 33 monstros, verdadeiros lixos humanos...


Para terminar, para me desfazer do mal dos primeiros versos nojentos do post, vou numa das músicas mais românticas que conheço de Bryan Adams, que possuem versos que provavelmente eu diria à minha mulher no dia do meu casamento...

Oh, you can't tell me it's not worth trying for
Oh, você não pode dizer que não vale a pena tentar

I can't help it, there's nothing I want more
Eu não consigo evitar, não há nada que eu queira mais

Yeah, I'd fight for you, I'd lie for you

Eu lutaria por você, eu mentiria por você

Walk the wire for you, yeah I'd die for you
Andaria na corda bamba por você, sim, eu morreria por você


Por um mundo com mais poesia, homens e mulheres com mais correção e mais romantismo, com mais "Everything I do - I do it for you", tudo que eu faço, eu faço por você!

Um abraço,

Leonardo




quinta-feira, 21 de abril de 2016

Bela, recatada e do lar - Polêmica? Porque?


Na onda da grande possibilidade de nossa "querida" Dilma ser impedida de continuar na sua desfunção como presidenta, a revista Veja vem tentando mostrar quem é Michel Temer, nosso vice-presidente, sucessor legal da tia Dilma, humanizando um homem de aparência fria, negocial, um daqueles políticos mais à moda antiga, mais ao estilo "dotô", um pouco desalinhado com nossos tempos, onde o ignorante é mais valorizado por ser "do povo", do que os homens de boa retórica e capacidade intelectual (veja o bando de ignorantes do congresso). Eu não prefiro nem um e nem outro, prefiro o melhor administrador, que sirva bons serviços ao povo, no custo mais baixo possível, quem quer que ele seja.

Com o propósito de dar uma faceta vendável de Temer, a Veja traçou um perfil de sua linda esposa, Marcela Temer, e deu-lhe o título que inicia esse meu post (BELA, RECATADA e DO LAR). A revista descreveu a moça e sua relação com Michel Temer, fez um perfil, tanto quanto teria feito se falasse de Edmundo ex jogador do Vasco, de mim Leonardo Hartmann ou da sua vovozinha, meu caro leitor.

A reportagem, despertou ódio das feministas, despertou ódio até de mulheres que não são claramente identificadas com feminismo, porque segundo elas, a revista passou como perfil de mulher ideal o perfil da Marcela, desprezando, portanto, todas as demais, desde a minha mamãe, até as vociferantes feministas das axilas cabeludas nos cursos de humanas mundo afora e tudo mais. É necessário contextualizar e desconstruir essa "problematização", e assim o faremos:

Do direito de escolha:


O movimento feminista luta, dentre outras coisas, pelo direito de escolha das mulheres, contra a sociedade patriarcal estabelecida ao longo dos séculos, porque não havia para as mulheres direito de escolha, elas tinha de ser "parideiras", submissas e dependentes da proteção e dos caprichos do marido. Muito bem, hoje em dia a mulher se libertou bastante das estruturas antiquadas e esse processo é irreversível. Entretanto, eu pergunto a você meu amigo, a mulher ser RECATADA E DO LAR, também não é um direito de escolha da Marcela Temer e de quaisquer outras que decidam enveredar por este caminho?

Existe por parte das pessoas hoje em dia um ódio irresignado dentro das mesmas, fruto da manipulação de anos da cultura esquerdista por conta de 13 anos de regime do Partido dos Trabalhadores e de um movimento "politicamente correto na esfera global". Existe uma grenalização, uma tendência a analisar todas as coisas com mania de perseguição, produzindo a cada novo conteúdo ou questionamento de "certas novas ideias" uma reação exagerada, embrutecendo a possibilidade das pessoas produzirem um bom diálogo para crescer de entendimento. Tem aquela coisa "se você está contra mim é machista, fascista, burro, manipulado, não estudou e assim por diante". Eu prefiro analisar as coisas com um pouco mais de calma e pinçar fragmentos daquilo que julgo necessário. A meu ver era só um perfil, cada mulher escolhe ser o que quiser, está bem?

Mulher bela:

Vinícius de Moraes dizia "as muito feias que me perdoem/mas beleza é fundamental" (naquele tempo podia, né?). Bem, vamos por partes, eu sinceramente não deposito todas as minhas fichas na mulher mais bonita, mas é evidente que ela precisa ser atraente visualmente para mim. O ser humano do gênero masculino é intrinsecamente ligado ao sentido da visão, então a mulher que vai lhe atrair fatalmente terá de ser bonita para os olhos dele. Lembre-se, somos muito mais animais do que tentamos fingir que não somos.

Vamos citar exemplos? Uma mulher quando está fazendo sexo comigo, sente os músculos dos meus braços, o peso de minhas coxas, e a capacidade física que tenho de manter uma penetração vigorosa no interior dela. Sente isso, porque por mais que a reprodução não seja intuito dela, a mulher prefere fazer sexo com homens que teoricamente tenham uma capacidade maior de lhe dar uma boa prole. A mulher excita-se com o tom grave da minha voz o cheiro de minha pele e se tenho "pegada", "atitude" e sei lá eu mais o que. Ou por acaso você conhece alguma mulher que se agrade sempre por um perfil masculino passivo, frágil, emocionalmente dependente? Até hoje, não conheci nenhuma mulher assim.

Mulher recatada


Assim como um time de futebol tem volantes, meias e atacantes, e cada um cumpre com sua função no esquema tático do treinador, existem pessoas de perfil mais impositivo, outras de perfil mais reativo, outras mais passivas, e essas pessoas podem ser homens ou mulheres, tanto faz. No momento em que você desmerece as mulheres aparentemente "recatadas" está desmerecendo uma parte de nossa população. Está discriminando tanto quanto se dissesse, "lugar de mulher é na cozinha", ou "mulher no volante, perigo constante".

Particularmente, não me agradam as mulheres "recatadas", mas sim as mulheres inteligentes, que sabem se impor e se insinuar de maneira indireta, como se aparentassem calma na superfície e que por dentro tenham a intensidade necessária de me prender em toda a complexidade que só as mulheres mais especiais tem. Às vezes isso é até recatamento, mas nos tempos politicamente corretos em que vivemos hoje, onde cada palavra que falamos pode dar processo, todos somos recatados, todos somos ceifados de nossa liberdade plena, caso vocês não tenham percebido ainda.

Mulher do lar:

Em princípio, somos todos do lar, não? Entretanto, existem mulheres que preferem não possuir uma carreira de trabalho fora de suas casas, dando total atenção ao seu domicílio. Sinceramente, fazem muitos anos que não vejo uma mulher assim, mas se houver, e ela for uma pessoa boa e honesta, ela tem os mesmos direitos que todas as demais pessoas na face da Terra. Se o casal está feliz nesta ou naquela situação, quem somos nós para querer fazer intromissão?

Meu comentário nesse aspecto é que a meu ver as mulheres deveriam ao menos uma vez em suas vidas darem total atenção à uma carreira profissional qualquer. O meio de trabalho torna-se mais humano e harmônico com as mulheres convivendo nele, seja lá a posição que ocupem. No meio de trabalho, a grande maioria das mulheres que conheci preza por um grau de detalhismo muito maior dos que os homens de modo geral, e isso enriquece muito a experiência profissional de ambos, fato que ocorre devido às muitas e muitas gerações de vivência no "lar", onde a mesma detinha conhecimento sobre cada cantinho da casa. Vale lembrar, assim como citei sobre a tendência do homem ser mais ligado ao sentido da visão anteriormente, as mulheres são muito mais ligadas à audição, tato e olfato e, portanto, as mesmas tem muito mais facilidade em conhecer detalhadamente o ambiente ao qual estão inseridas. A mulher tem desenvolvido em si mesma um arcabouço muito mais poderoso de sistemas voltados à comunicação. Volto a dizer, somos muito mais bicho do que queremos admitir.

Enfim, esse é só meu ponto de vista. E também é subsídio para o próximo texto que vou escrever amanhã..."quem será o novo Lula?". Mesmo de um tema besta desses da Marcela Temer, acaba saindo uma boa oportunidade de tensionar as coisas por um lado mais simples, porque a vida feliz é exatamente assim: Simples. A vida é sua, estrague ela como você bem entender...faça o que quiser sem esperar aprovação dos outros, aposte naquilo que é o justo e te faz feliz.

P.S. Eu como homem, jamais vou abrir mão de abrir a porta do meu carro pra minha mulher entrar, ou de lhe puxar a cadeira pra que se sente no restaurante ou na minha casa, e sempre vou proteger ela ao custo de minha própria vida se necessário for. Isso foi o que uma certa mulher (MINHA MÃE), me ensinou... e minha mãe é BELA, RECATADA E POR MUITOS ANOS FOI DO LAR

quarta-feira, 2 de março de 2016

O short e aquilo que realmente interessa


Sempre que penso que a coisa não pode ficar pior, lá vem a realidade me mostrar como estou errado...sou realmente um imbecil em achar que teremos um trégua na babaquice que impera na república das bananas chamada Brasil. Não sei por onde começar, não tá tranquilo e nem favorável, o país faliu e eu ando com vontade de usar uma metralhadora (tra, tra, tra) à esmo por aí.

Em tempo, à despeito do empobrecimento da classe pobre (que alguns chamam de média, mas com todo respeito, eu não sou as estatísticas da Dilma), do aumento da energia elétrica, dos impostos, da gasolina, a maior polêmica que invadiu o noticiário, as redes sociais e principalmente as "fanfic" de esquerda, é a questão do uso de shortinho na aula por parte das meninas, por conta do calor que faz nos meses de verão do nosso Brasil. Bom, vamos ao ponto de vista do cidadão aqui.

Em princípio, eu não tenho absolutamente nada contra mulher nenhuma usar shortinho (com muita celulite não, tá?...kkkkk), entretanto, é necessário avaliar a convenção definida pela escola, ou seja aquilo que já está estabelecido, bem como a própria reserva moral do ambiente. Por exemplo, mesmo no calor de 30 graus, eu sou obrigado a usar terno e gravata em minha atividade profissional, então que mal tem em usar daqui um pouco uma bermudinha mais longa?

Claro, se as garotas insistem tanto no short, use-se, não é necessário "grenalizar" toda e qualquer discussão. Sinceramente, essa é a maior arma do governo bolivariano que temos neste país, dividir as pessoas, criar motivos para o conflito, fazendo com que a "mamãe estado" interfira o tempo todo.

Entretanto, mesmo concordando com o short ou não, as moças não deveriam estar mais preocupadas com o empregos dos seus pais? Fazia muito tempo que eu não via filas tão grandes nos serviços de emprego e seguro desemprego que nosso "maravilhoso" governo nos oferece. Em outras palavras, o desemprego vem crescendo, especialmente entre as pessoas com menor instrução. Isso não é nada bom, dado que somos um país muito pobre ainda, o que mantém realmente a economia bem, são esses trabalhadores mais simples com seus salários mensais, e em desaparecendo essas vagas, fatalmente teremos uma recessão ainda maior que a atual. À despeito disso, os nossos governantes ainda não entenderam a mensagem porque simplesmente não lhes interessa, a máquina continua paquidérmica, inchada, ineficiente e caríssima, e aumentar impostos a essa altura do campeonato simplesmente vai causar ainda mais recessão sem aumento na arrecadação de impostos.

Ao invés de continuarmos a pensar nesse país como luta de classes, deveríamos estar mais preocupados em sair desse buraco que está machucando tanta gente com o empobrecimento das famílias. Deveríamos estar aqui fiscalizando as ações do governo, tentando melhorar nossa cultura geral e simplesmente lendo mais e estudando mais. Ou estamos mandando nossas filhas para escola para exibirem suas pernas?

Abraço,


Leo






P.S. Garoto, você tem muito medo de mim, e realmente deveria ter, porque dentro de você, sabe muito bem quem foi e sempre será o número 1. Entretanto, não estou interessado em reviver do inferno no momento, então peço que faça o melhor que você pode, que eu e você sabemos que é muito menos do que deveria, mas infelizmente as pessoas trabalham com aquilo que tem, de acordo com as escolhas que fazem...faz teu servicinho direitinho, e nada de mal vai te acontecer...