sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Grito no vazio da selva de pedras


Mais um dia que se passa, e eu vou para casa outra vez...
O resultado acontece, as coisas que tenho se merecem...
Ando no meu carrão desviando do trânsito sem lucidez...
Levando algumas coisas na memória que não se esquecem...

São tantos e tão complexos os problemas que me passam...
E tantas pessoas ao meio disso que precisam da minha atenção...
Mas eu escondo o que sinto, se quiserem pensar de mim que façam...
Me julguem, me castiguem, digam por aí que não tenho coração...

Talvez eles pensem que sou arrogante, que sou prepotente...
Ou então que não ligo para sentimentos dos mais inocentes...
Mas é justamente o contrário, eu me importo até por demais...
E vivo internamente sempre em guerra, nunca me sinto em paz...

Eu prestei um juramento, disse que venceria a qualquer custo...
Ganhei e perdi tudo, me levantei milhões de vezes sem medo...
E hoje depois de tudo, nada mais me incomoda ou dá susto...
Eu conserto o mundo sem mostrar a ninguém que levantei um dedo...

Tudo que sou é um grito abafado no meio do barulho da cidade...
Não quero pena por mim, guarde a você sua compaixão e piedade...
Apenas quero que lembre deste pequeno infiel que é o mais fiel...
E que Deus queira, na hora certa ele me reserve um lugar no céu...


Sei que nessa existência eu sou apenas um penitente. Sou alguém colocado neste mundo com missões que vão muito além da minha felicidade pessoal, e tento fazer isso da melhor forma possível, apesar da infinidade dos defeitos que tenho dentro de mim. Não sou santo, nem sou bandido, sou um pequeno ser atormentado por inúmeras facetas e complexidades que carrego no meu coração.



Um comentário:

  1. Um texto repleto de sentimentos... também já senti isso tudo, hoje entendo muitas coisas que em outros tempos só me faziam correr de um lado para o outro. Só te digo uma coisa, pois vc é meu amigo, isso que sentes é o melhor que um ser pode sentir. Mas como, vc pode se perguntar. Sim , é algo muito bom, tomara que ainda nessa vida vc possa compreender isso que te digo hoje. Abraço da Sol.

    ResponderExcluir